Lançamento do disco

Produção Musical: Curumin
Coprodução Musical: Samuel Mota e Muntchako
Produção Executiva: Macaxeira Acioli | Yucca Frita Produções Culturais
Assistente de Produção Executiva: Rodrigo Barata | Só Som Salva
Mixagem: Golpe e Emojubá por Pedja Babic – Paris, França. Soc Pow Tum, Coqueirinho Verde, Cardume de Volume, Vitamina Central e Loló por Samuel Mota – Brasília, Brasil.
Masterização: Arthur Joly – Reco-Master Analog Studio em São Paulo/SP, Brasil.

Gravado em setembro de 2016 no Zarabatana Records em Brasília/DF por Samuel

Técnico de gravação: Macaxeira Acioli
Pós produção em outubro de 2016 no Estúdio Navegantes em São Paulo/SP por Zé Nigro, Técnicos de gravação: Thiago Luguori e Lenis Rino.
Arte/Ilustrações: Shiko
Arte/Design: Daniel Vincent

Samuel Mota: Guitarras, Banjos, synths, teclados, programações, samplers, vozes e banjo (faixas Golpe, Emojubá, Loló); Flauta Xaphoon (Loló), Kalimba (Emojubá) e Escaleta (Cardume de Volume).
Rodrigo Barata: Bateria, bateria eletrônica e samples.
Macaxeira Acioli: Percussão, percussão eletrônica e samples.
Curumin: MPC na faixa Golpe.
Zé Nigro:Baixo na faixa Coqueirinho Verde.
Dillo de Araújo: Synths adicionais na faixa Emojubá.
Deize Tigrona: voz na faixa Cardume de Volume.

Todas as músicas são de autoria de Samuel Mota, Rodrigo Barata e Macaxeira Acioli

Baixe agora

Streaming

Tour Dates

  • 13/03

    SXSW Festival - Austin, Texas - EUA

    Apex Brasil Official Showcase
  • 14/03

    SXSW Festival - Austin, Texas - EUA

    Trade Show – SXSW Convention Center
  • 16/03

    SXSW Festival - Austin, Texas - EUA

    Official SXSW Showcase – Palm Door on Sixth Patio
  • 17/03

    SXSW Festival - Austin, Texas - EUA

    Brasil 10th Daytime Showcase – Sahara Lounge
  • 06/04

    Brasília - Museu da República

    Open Festival
  • 31/05

    Rio de Janeiro - Teatro Ipiranga

    Festival Levada
  • 01/06

    Rio de Janeiro - Teatro Ipiranga

    Festival Levada

Bio

Muntchako é como a arma chinesa, adaptado aqui graficamente à malemolência pertinente às latinidades efervescentes, seguindo ao pé das sílabas: os Mundiais Tchatchatchas Nocauteadores. A unha e a carne como as madeiras e a corrente. Batera e percussão chulapando enquanto a guitarra se desdobra na alta costura, juntando synths, samplers e palavras de desordem num discurso de libertação pelo movimento, Muntchako são os ouvidos, o coração e os pés trabalhando juntos, é defesa pessoal e ataque certeiro.

O Muntchako vem de três vivencias musicais completamente distintas e que encontraram na linguagem mezzo instrumental seu ponto comum. Ritmos universais mesclados às batidas eletrônicas, guitarradas, samples, sintetizadores e o bom humor dos instrumentistas experientes, fazem do Muntchako uma música instrumental rica, extrovertida e acessível. É som pra toda hora, se apropriando do melhor gênero; música para balançar o esqueleto.

Seus integrantes já transitaram mundo afora com outros projetos. Rodrigo Barata com Sistema Criolina, Samuel Mota com Jah Live e GOG, Macaxeira Acioli com Cabruêra e Hypnotic Brass Ensemble (EUA). A união entre a vontade de fazer música sem fronteira resultou em uma sonoridade única que passeia por uma variedade de ritmos e batidas sem se perder no caminho.

A banda já percorreu importantes festivais pelo Brasil e Colômbia, para citar alguns: Fiesta del Libro de Medellin, na Colômbia; Festival Psicodália (RS); Festival Se Rasgum (PA); Festival DoSol (RN); Festival Contato (SP); Festival BR135 (MA); MIMI – Mostra Internacional de Música Instrumental (SP); Festival Contrapedal (SP); Festival Vaca Amarela (GO); Festival Internacional Instrumenta Brasília (DF); Festival Criolina (DF); SIM – Semana Internacional de Música de São Paulo e Feira Internacional Música Mundo (MG); Circo Voador (RJ). Além de ser selecionada para SXSW, festival que acontecerá em março/2018 na cidade de Austin, Texas – Estados Unidos.

‘No final de 2015 a banda lançou 2 singles gravados na Zarabatana Records em Brasília. O primeiro, ‘Coqueirinho Verde’, com um remelexo suado e apimentado. O segundo, ‘Cardume de Volume’, um narcotango batidão com participação mais que especial da funkeira carioca Deize Tigrona. Em 2016 o single lançado foi ‘Young O brian’ na coletânea ‘As Melhores Bandas do Mundo’ da cia de teatro ‘Os Melhores do Mundo’.

Outubro de 2017 apontou para o lançamento do álbum em vinil produzido por Curumin e com ilustrações de Shiko, grande artista paraibano, assim como a produção do videoclipe com direção de André Miranda. O vinil foi um projeto contemplado pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal e o clipe foi um financiamento coletivo por meio do catarse. O disco está disponível em todas as plataformas.

Sem cerimônia, o Muntchako treme na periferia de Belém, mama no forró paraibano, swinga no ska jamaicano, rebola na latinidade, faz cara de mau no rock, sensualiza no tango, sobe o morro do baile funk e afunda o pé na discoteca.”

  • Samuel Mota

    Guitarra, banjo, programação e synths

    Diretor e proprietário do Zarabatana Records, estúdio de gravação em Brasília onde já passaram vários artistas da cena independente como: Renato Matos, Jah Live, GOG, Sistema Criolina, Pablo Fagundes, Kiko Peres entre outros.

    Samuel é músico multi-instrumentista, compositor, arranjador, produtor musical de álbuns, trilhas para o teatro e cinema. É graduado em Artes Visuais na UnB, onde lançou trabalhos transversais com várias linguagens envolvidas. Transitou em vários palcos pelo Brasil com GOG e Jah Live, hoje integra o Muntchako.

  • Rodrigo Barata

    Bateria e samplers

    Brasiliense, é o idealizador do Coletivo Criolina, que há 10 anos é núcleo de articulação no Distrito Federal entre artistas e produtores de todo o mundo, se tornando referência no mercado independente nacional e internacional.

    Como DJ já transitou em todos Estados Brasileiros e Europa. Como Baterista, desde 1993, integrou o Sistema Criolina com passagem em festivais na Europa e Oceania.

  • Macaxeira Acioli

    Percussão e samplers

    Iniciou seus trabalhos percussivos ainda quando criança em grupos folclóricos da Paraíba. Deixou sua formação em Comunicação Social para estudar música popular na Universidade Federal da Paraíba. No nordeste acompanhou artistas como Cabruêra, Escurinho e Totonho e os Cabras.

    Transitou em importantes festivais pela Europa com a banda norteamericana Hypnotic Brass Ensemble e Cabruêra, com passagem em mais de 17 países. Desenvolveu workshops e oficinas de percussão por toda Irlanda e mais de 4 países, Escócia, Portugal, Hungria e Irlanda do Norte. Hoje integra o Muntchako e desenvolve projetos utilizando a percussão como inclusão social.

Singles

Creative Commons

Em breve baixe as faixas em wav para utilizar, samplear, fazer remix

Presskit

Media / Imprensa Download

Rider

Contratante Download

Contact

Urban Jungle

+55 11 2638-8818

contato@urbanjungle.com.br
  • Realização

  • Apoio